Foto: Dr. Ajuda. Reprodução/YouTube
Foto: Dr. Ajuda. Reprodução/YouTube

Dor no pé por fascite plantar: quando suspeitar? O que fazer ao sentir?

Você já sentiu no calcanhar? E já ouviu falar de fascite plantar? Neste episódio, o Dr.Mauro Dinato dá mais detalhes sobre o assunto

Salvar imagem

A fáscia plantar é um espesso ligamento de tecido fibroso e pouco elástico que recobre a musculatura da sola do pé e vai desde o osso calcâneo até a base dos dedos dos pés. Ela tem a função sustentar o arco do pé e assim absorver e distribuir a energia do impacto do pé quando caminhamos, corremos e saltamos.

 

Certo, mas quais são as causas da fascite plantar?

Ainda não se conhece a causa exata da fascite plantar. na maioria dos casos, a dor é provocada pelo estiramento excessivo ou pequeno rasgo da fáscia plantar causado principalmente pela repetição de microtraumatismos nessa estrutura.

Apesar de não estar totalmente estabelecida a causa desse problema a medicina conhece os grupos de maior risco para o problema. 

Então o que você deve notar? 

  1. Idade: a fascite plantar é mais comum entre as idades de 40 e 60 anos.
  2. Você faz atividade física?  Como está o seu treino? Atividades que colocam muito estresse no calcanhar, como corrida de longa distância, podem contribuir para o aparecimento de fascite plantar. Além disso para quem pratica atividade, treino excessivo, aumento abrupto na distância, da intensidade de corrida ou caminhada, tênis de corrida inadequado, superfície de solo rígida também podem contribuir para a fascite. Mas é importante você saber que ficar sem atividade física, ou seja ser sedentário, também aumenta o seu risco de ter fascite plantar.
  3. Como é o seu pé e a sua pisada?  A forma do seu pé também influencia. Os mais associados a esse problema são o pé plano também conhecido como pé chato e o pé cavo, que é o pé contrário ao chato, o que tem o arco muito pronunciado. Você deve reparar também como você pisa. Quem pisa com o pé para fora que é o que chamamos de pisada supinada também tem maior risco.
  4. Você fica muito tempo em pé? Ficar muito tempo em pé também é um fator de risco e afeta alguns profissionais que passam a maior parte do tempo em pé ou caminhando, como professores.
  5. Como está o seu peso?  A obesidade aumenta a pressão exercida no calcanhar e na superfície plantar do arco do pé aumentando a chance de ter fascite.

Tratamento

O tratamento inicial deve ser sempre com medidas conservadoras para alívio da dor, modificação de hábitos tentando evitar o impacto excessivo, uso de calçados apropriados, exercícios de alongamento e fortalecimento através de fisioterapia. Em alguns casos pode ser recomendado uso de terapia de ondas de choque, uso de órteses especificas, acupuntura, infiltração com corticoide dentre outros tratamentos mais novos. Fazendo isso próximo de 80% dos pacientes tem melhora do quadro. Para aqueles sem melhora após 6 a 12 meses pode ser indicada eventualmente cirurgia.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.